Publicado por: piratascreixomil | 11 de Dezembro de 2012

CAMPEONATO NACIONAL DA 1ª DIVISÃO DE FUTSAL – 9ª JORNADA

CAMPEONATO NACIONAL DA 1ª DIVISÃO DE FUTSAL – 9ª JORNADA

SEM ALMA

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 1

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA MODICUS SANDIM – 6

Depois da excelente exibição e de uma vitória que se pensou moralizadora, eis que a equipa sénior perdeu a alma e depois da goleada sofrida em Braga volta a ser goleada perante o seu publico pelo Modicus, numa exibição muito paupérrima e sem qualquer brio, exibindo-se toda a equipa muito longe do valor que se lhe reconhece, salvando-se a entrada determinada e com alguma garra do “regressado” ex-júnior Alex. Com a falta de atitude e querer de quase todo o conjunto, pode-se constatar que os vimaranenses que nos primeiros jogos ainda “sonharam” com uma boa prestação do grupo de Creixomil, começam a divorciar-se e a aparecer cada vez em menos número no pavilhão de Creixomil, como aconteceu no passado sábado em que a assistência apenas rondou os 200 espectadores.

Pedro Lopes a ver-se privado de poder contar com TJ a contas com uma lesão, fez alinhar de inicio Magalhães, Machado, Pirica, Hugo e Oitenta, que começam o jogo algo “amedrontados” e os gaienses aproveitam para pressionar, chegando com naturalidade ao golo logo aos 38’’ por intermédio de Edivaldo, golo que ainda fez mais mossa na equipa da casa e grupo de Sandim aproveita para explanar o seu jogo e assumir total domínio, valendo aos 4’40’’ a determinação de Machado para corrigir um exagero de Oitenta no meio terreno, entrando aos 5’ Ferrugem para o lugar de Hugo que não aproveitou da melhor maneira a oportunidade do seu técnico.

Aos 6’05’’ mais uma perda infantil e Modicus agradece para elevar a contagem para 0 a 2 de novo apontado por Edivaldo, com Pedro Lopes a tentar mudar o rumo dos acontecimentos com as entradas de Steve e Bruno para substituir Oitenta e Machado, mas os creixomilenses padeciam de ataque hipnótico e aos 10’04’’ sofrem novo revês com o 0 a 3 apontado pelo internacional Nandinho, levando Pedro Lopes a gastar o seu desconto de tempo, que pouco ou nada resultou já que os Piratas não rematavam, enquanto no outro lado dava-se trabalho quanto baste ao guarda-redes Magalhães que aos 13’24’’ faz defesa aparatosa para defender remate de Gabriel, surgindo o 1º remate de perigo dos da casa aos 14’13’’ por intermédio de Bruno que esbarra no caminho da baliza no seu colega Steve, com o Modicus a usar o tempo morto aos 14’24’’.

No reatamento entram Alex e Oitenta para os lugares de Steve e Pirica, com Alex aos 17’06’’ a ser travado em falta em zona frontal à baliza adversária, reentrando Machado aos 17’14’’ para substituir Bruno e volvidos 37’’ corta esférico com braço quase em cima da linha da sua área, com Magalhães a fazer defesa complicada aos 18’ em novo remate de Gabriel, para mesmo quase em tempo de intervalo Magalhães anular perdida de Oitenta, secundado por Ferrugem que evita golo adversário depois de perda de Machado, chegando o descanso com o 0 a 3 a justificar-se plenamente e com o registo de 3 a 2 em faltas.

Para a etapa complementar nos creixomilenses entram Luís, Machado, Alex, Pirica e Oitenta, que reiniciam o jogo com outra disposição mas dificilmente criavam perigo, registando-se aos 23’04’’ lance em que Machado fica isolado mas remata para fora, com Pirica aos 25’ a tentar a meia distância para defesa apertada, com Pedro Lopes a fazer constantes alterações no xadrez para tentar alterar o rumo do jogo, mas em êxito, enquanto o Modicus foi gerindo o jogo e aos 30’05’’ poderia ter ampliado quando criaram vantagem de 3 a 1 no ataque mas Luís nega o golo a Edivaldo e na recarga Gabriel vê o esférico ser rechaçado por creixomilense, com Luís passados apenas 40’’ negar o golo a Nandinho, mas aos 32’41’’ num contra ataque rápido Gabriel na ponta esquerda aplica forte remate cruzado para o 0 a 4, com Pedro Lopes a usar de imediato o seu desconto de tempo para preparar estratégia de jogar com guarda-redes avançado, optando pela inclusão de Ferrugem em detrimento de Luís.

A estratégia saiu logo furada passados 26’’ quando aos 33’56’’ perdem esférico e Gabriel tira as medidas correctas à baliza deserta para ampliar para os 0 a 5, continuando os vimaranenses isentos de ideias e Modicus a criar perigo de cada vez que tomava posse do esférico, com Fredy aos 34’57’’ aproveitar mais uma perda de bola dos da casa e embalar para o meio terreno creixomilense, ganhando em corrida a Ferrugem para já perto da baliza encostar para a meia dúzia, continuando Pedro Lopes a fazer alterações, com André aos 37’08’’ na cara do guarda-redes Sandro a desviar fora do seu alcance para o tento de honra da sua equipa, chegando o final do encontro com o 1 a 6 a justificar-se plenamente pela paupérrima exibição do conjunto de Guimarães que ainda não acordou da realidade de estar a jogar no principal patamar da modalidade, registando-se na 2ª metade uma igualdade de 2 faltas.

A dupla de arbitragem, Luís Oliveira e Celso Luís, teve uma trabalho exemplar.

 

Nos “Piratas” alinharam e marcaram: Magalhães, Machado, Pírica, Hugo e Oitenta, Luís, Machado, André (1), Fábio, Steve; Alex e Ferrugem.

Treinador: Pedro Lopes

 

No Modicus alinharam e marcaram: Sandro, Fredy (1), Gabriel (2), Tiago e Edivaldo (2), Tasaka, Cristiano, João, Vitinha, Óscar, Nandinho (1) e Pedro.

Treinador: André Teixeira

 

Equipa de Arbitragem: Luís Oliveira (A. F. Santarém) e Celso Luís (A. F. Coimbra)

 

Marcadores: 0x1 Edivaldo (38’’); 0x2 Edivaldo (6’05’’); 0x3 Nandinho (10’04’’); 0x4 Gabriel (32’41’’); 0x5 Gabriel (33’56’’); 0x6 Fredy (34’57’’) e 1×6 André (37’08’’)

 

Cartões amarelos: Ferrugem (35’09’’)

 

Espectadores: 200

 

Próximo Jogo (10ª jornada): Sport Lisboa e Benfica vs “Piratas de Creixomil” – Pavilhão Municipal do Luso (Mealhada) – Sábado, 15 de Dezembro às 18,00 horas.

Publicado por: piratascreixomil | 11 de Dezembro de 2012

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM JUNIORES – 12ª JORNADA

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM JUNIORES – 12ª JORNADA

NEM DEU PARA AQUECER

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 16

A. C. R. LORDELO – 0

 

Sábado á tarde os juniores receberam em Creixomil os vizinhos do Lordelo que já tinham sido goleados esta época por 2 vezes, com um 0 a 9 para o campeonato em Lordelo e 12 a 0 para a 1ª mão da 1ª eliminatória da Taça A. F. Braga em Creixomil, prevendo-se mais uma goleada dada a diferença abismal entre os 2 conjuntos, pensando Manuel Moreira fazer um treino puxadinho para o confronto importante do próximo domingo em Vermoim, mas na realidade este jogo nem deu para aquecer.

Manuel Moreira fez avançar de inicio Zé Carlos, Daniel, Correia, Vitinha e TJ, que começam cedo a meter medo ao ultimo reduto lordelense, mas ainda nem um minuto de jogo decorria e Correia acerta no poste, continuando os creixomilenses a massacrar e o Lordelo nem a linha de meio terreno pisava, com Vitinha aos 9’ a acertar com a barra, até que a resistência do conjunto de Lordelo terminava aos 10’24’’ para o incansável guarda-redes ver Vitinha abrir o activo, para passados apenas 48’’ Vitinha bisar num golo em que deixou por terra o guarda-redes.

O principal estava feito e aos 16’25’’ atleta do Lordelo introduz esférico na própria baliza para o 3º dos creixomilenses, para logo aos 17’03’’ Vitinha que estava com o pé quente ampliar para 4 a 0, aproveitando então Manuel Moreira para dar inicio à rotação de todo o plantel, continuando a mandar no jogo e aos 22’42’’ Daniel finaliza excelente lance iniciado por Chiclas com tabela em Vilaça, fuzilando sem dó para a meia dezena, chegando a meia dúzia aos 26’22’’ apontado por Martins a finalizar mais uma boa jogada colectiva, surgindo o 1º sinal de relevante perigo do Lordelo aos 28’35’’, para pouco antes do apito para intervalo Martins assistido por Ricardo fechar as contas da 1ª metade com o 7 a 0.

Para a 2ª metade Manuel Moreira só deixa Zé Carlos na baliza e faz entrar atletas menos utilizados, Vilaça, Pedro, Martins e Ricardo, com este logo no primeiro bilhete aplicar forte remate que esbarra em adversário que fica maltratado e com direito a assistência na quadra, começando a Lordelo a recorrer à falta para travar a melhor capacidade técnica dos da casa, chegando os 33’45’’ com 3 faltas acumuladas, recomeçando as alterações aos 36’’ e os golos voltam 30’’ após, com Vitinha, reentrado segundos antes, a levar a melhor sobre o guarda-redes e oferecer o golo a Daniel que agradece e eleva a contagem para 8 a 0, fazendo Zé Carlos a sua primeira defesa de registo aos 37’50’’.

Aos 39’54’’ um excelente entendimento entre Vitinha e TJ permitiu que este fizesse o gosto ao pé e fizesse o 9º golo da sua equipa, com Vitinha a voltar aos golos aos 41’18’’ em mais um lance de encher o olho numa excelente combinação com TJ, fazendo Vitinha o seu 5º golo da sua conta pessoal aos 42’09’’ ao finalizar mais uma excelente jogada de entendimento com o seu colega TJ, fazendo o 11 a 0, com Vitinha aos 33’40’’ a trabalhar bem com Correia mas o remata esbarra na barra, mas aos 35’20’’ Vitinha é admoestado com amarelo numa 2ª falta cometida e em que Luciano já o tinha advertido.

Na transformação do livre Lordelo testa a atenção de Zé Carlos que defende bem, seguindo-se aos 36’ falta por trás sobre Vitinha com camisa 2 do Lordelo a ver o amarelo, voltando os golos aos 48’  quando Daniel é derrubado, dando origem a livre directo de 10 metros que o mesmo Daniel converte de forma irrepreensível para a dúzia, passado 52’’ Correia tem bom trabalho na esquerda e já na linha de fundo serve Vitinha que agradece para elevar a contagem para 13 a 0 e fazer o 6º golo da sua conta neste jogo, sendo já o melhor marcador do campeonato.

O massacre continuou à baliza do Lordelo mas os golos só regressariam aos 54’23’’, com Vitinha a arrancar do seu meio terreno para assistir Correia já na área adversária, encostando este para o 14 a 0, com o Lordelo a gastar o seu desconto de tempo, mas logo no recomeço aos 56’05’’ os golos continuam, com Chiclas a trabalhar no meio terreno e ganhar espaço para servir Correia que à entrada da área desvia sem complexos para a dezena e meia, sendo da sua autoria o fecho da contagem aos 58’22’’ em mais um bom lance colectivo, com equipa de arbitragem ainda ser condescendente com uma carga sobre Chiclas aos 61’ mas o massacre estava consumado.

Enfim foi um jogo sem história dada a fragilidade patenteada do conjunto do Lordelo, que ainda vão defrontar mais uma vez os creixomilenses no dia 19 à noite em Lordelo para o jogo da 2ª mão da 1ª eliminatória da Taça, estando os creixomilenses em vantagem por 12 a 0.

A dupla de arbitragem liderada por Luciano Martins teve um trabalho sem problemas, estando bem em todos os aspectos.

 

Nos “Piratas” alinharam e marcaram: Zé Carlos, Daniel (3), Correia (3), TJ (1) e Vitinha (6), Cunha, Alexandre, Vilaça, Chiclas, Ricardo, Pedro e Martins (2).

Treinador: Manuel Moreira

 

Próximo Jogo (13ª jornada): FC Vermoim vs “Piratas de Creixomil” – Pavilhão Terras de Vermoim (Famalicão) – Domingo 16 de Dezembro às 11,15 horas.

 

 

Publicado por: piratascreixomil | 11 de Dezembro de 2012

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM JUVENIS – 1ª JORNADA (ATRASO)

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM JUVENIS – 1ª JORNADA (ATRASO)

GRANDE JOGATANA

C. S. R. C. CAMPELOS – 3

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 4

 

Domingo à noite os juvenis tiveram o seu jogo mais complicado deste campeonato, na deslocação ao Pavilhão de Vila Nova de Sande, para defrontar o Campelos, que por sua vez fez o jogo da sua vida na tentativa de derrubar a melhor equipa do campeonato distrital deste escalão, com o guarda-redes da casa a fazer uma exibição de muito bom nível e cotar-se como o melhor elemento campelense.

Rui Reis não facilitou e colocou de inicio Nuna, Rui, Secas, Paulinho e Ruizinho, que entram a dominar e logo aos 2’ Ruizinho fez notar a sua qualidade ao fazer um excelente golo para o 0 a 1, enfim um golo só ao alcance dos grandes executantes, continuando o jogo a ser dominado pelos creixomilenses, mas com os da casa aqui e ali a responderem com determinação, passando-se um grande período de constantes ameaças às duas balizas mas com a pontaria muito desafinada no lado do Campelos, enquanto na sua baliza estava um guarda-redes com atributos para jogar em equipas de melhor cotação.

Fruto da melhor qualidade técnica creixomilense Rui tem lance de insistência aos 21’ e coloca na gaveta sem hipóteses para o 0 a 2, com que terminaria a 1ª metade em que as equipas saíram empatadas no número de remates com 8 para cada lado, sendo a vantagem das faltas cometidas para os da casa em 3 a 2.

Para a etapa complementar Rui Reis aposta no cinco inicial, que entram determinados em cedo arrumar a questão e aos 25’35’’ quando Paulinho tem bom lance na direita mas acerta no poste, com esférico a sobrar para Ruizinho no lado oposto que trabalha e volta a assistir Paulinho que não vacila e eleva a contagem para 0 a 3, pensando que o jogo estava arrumado mas puro engano, porque a equipa da casa “acorda” e vai na procura do prejuízo.

Aos 27’35’’ Rui tem bom trabalho e serve Paulinho que falha golo de forma incrível, respondendo o Campelos e aos 28’ reduz para 1 a 3 numa infelicidade de Secas que introduz esférico na própria baliza, galvanizando o golo a equipa da casa que ganha índices de confiança e reduz para a diferença mínima aos 31’40’’ por intermédio do seu camisa 20, chegando mesmo ao empate aos 32’30’’ pelo seu camisa 19, levando as gentes de Campelos à festa máxima, com o técnico César a gastar o seu tempo técnico para tentar injectar mais confiança nos seus pupilos para poderem dar a volta completa no resultado.

Aos 37’30’’ Ruizinho, um poço de energia, limpa todo o corredor esquerdo e já na área num toque exemplar coloca o esférico no angulo oposto para 3 a 4, deixando o guarda-redes inconsolável, que aos 44’ viu amarelo numa das muitas vezes que subiu à área dos Piratas e impediu que Nuna repusesse o esférico em jogo, continuando o jogo emotivo e com uma ou outra falta, mas sem mais alterações no marcador, chegando o apito final com o 3 a 4 a justificar-se e manter os creixomilenses a comandar a tabela classificativa só com vitórias.

A dupla de arbitragem num jogo difícil de dirigir esteve em bom plano.

 

Nos “Piratas” alinharam e marcaram: Nuna, Rui (1), Paulinho (1), Secas e Ruizinho (2), Tiago, Marco, Gabi, Paulo, João, Tiaguinho e Pedro

Treinador: Rui Reis

 

Próximo Jogo (13ª jornada): A.D. Jorge Antunes vs “Piratas de Creixomil” – Pavilhão Municipal de Vizela – Sábado, 15 de Dezembro às 15,00 horas.

Publicado por: piratascreixomil | 11 de Dezembro de 2012

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM INICIADOS – 6ª JORNADA

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM INICIADOS – 6ª JORNADA

10 FORAM POUCOS

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 10

A. R. POUSADENSE – 0

 

Domingo à tarde os iniciados sentiam a obrigação de se redimir junto do seu público dos jogos menos conseguidos das últimas 2 jornadas, recebendo em Creixomil os famalicenses do Pousadense que contam por derrotas os jogos realizados, com apenas 2 golos convertidos e 25 sofridos em 5 jogos, pelo que era o adversário perfeito para fazer um bom teste para elevar os índices de confiança do plantel.

Tózé Martins ciente das responsabilidades de fazer um jogo acessível fez alinhar de inicio Nuno Dias, Mendes, Rui Duarte, Vitinha e Lucas, que entram a pressionar e aos 2’20’’ chegam ao tento inaugural numa iniciativa de Mendes que ganha espaço e oferece a Vitinha que encosta quase em cima da linha para o 1 a 0, continuando a só dar Piratas e os famalicenses não pisavam a linha de meio terreno, com Vitinha aos 6’ a ter tudo para bisar com a baliza escancarada falha, sobrando esférico para Nuno Duarte que em cima da linha de golo faz o mais difícil a desviar para o poste, mas passados 45’’ redime-se e tem bom pormenor na esquerda e serve Lucas que se limita a encostar para 2 a 0.

Aos 8’45’’ Nuno Duarte na esquerda serve Mendes que faz abanar baliza com forte remate ao poste, para aos 9’30’’ Vitinha chegar atrasado e tentar de carrinho mas chocar com guarda-redes e ver arbitro considerar falta, com Tózé a fazer entrar Rui Costa para o seu lugar, até que aos 15’35’’ famalicenses dão um ar da sua graça ao chegar à área, recuperando Mendes e trabalhar com Nuno Duarte, para ficarem os 2 apenas com o guarda-redes pela frente e Nuno Duarte não vacila e faz o túnel para o 3 a 0, entrando Ricardo para o lugar de Lucas.

Aos 17’10’’ Nuno Duarte tem bom trabalho ao limpar tudo á sua frente para servir Rui Costa, que por sua vez coloca em Ricardo ao 2º poste que encosta para 4 a 0, continuando Tózé a mexer no xadrez, chegando o descanso com o 4 a 0 a ser muito lisonjeiro para o conjunto da Pousada de Saramagos.

Para a etapa complementar Tózé faz entrar João Gonçalves, Lucas, Vitinha, Mendes e Nuno Duarte, que entram a pressionar e logo aos 45’’ Mendes tem bom trabalho para assistir Lucas que coloca em Vitinha que remata ao poste, mas Vitinha aos 26’ recupera no meio terreno e lança Lucas que com alguma atrapalhação faz a meia dezena, para aos 29’ Mendes a controlar as operações no meio terreno e lançar na frente Vitinha que faz um compasso de espera à entrada da área, ganhando espaço para colocar no fundo das redes para a meia dúzia, continuando a dar só Piratas e aos 31’ Mendes trabalha e ganha espaço para não deixar os seus créditos por pés alheios e fuzila para 7 a 0.

Passados apenas 50’’ Mendes tem mais um bom trabalho e isola Nuno Duarte que à saída do guarda-redes da sua baliza desvia sem dó para o 8º, surgindo o 9 a 0 aos 34’30’’ por intermédio de Lucas que finaliza exemplarmente mais um lance de contra ataque rápido, aproveitando Tózé para fazer rodar todo o plantel sem nunca perder o controlo das operações, com Ruca a rematar para defesa incompleta e aparecer Ricardo no sitio certo para fechar as contas na dezena de golos aos 39’30’’, surgindo aos 45’30’’ a melhor oportunidade para o Pousadense reduzir e chegar ao tento de honra, mas João Gonçalves saiu ao limite da sua área para desviar para canto, sendo a ultima oportunidade ainda para os da casa quando Diogo com tudo para fazer golo acertar no poste, chegando o apito final com a vitória mais que certa qua apenas peca por não ter sido mais dilatada, mas os da Pousada de Saramagos não tem culpa do desperdício dos miúdos da casa.

A dupla de arbitragem teve um trabalho sem reparos.

 

 

Nos “Piratas” alinharam e marcaram: Nuno Dias, Vitinha (2), Mendes (1), Lucas (3) e Nuno Duarte (2), Miguel Pires, Rui Costa, Carlos, Ruca, João e Ricardo (2)

Treinador: Tózé Martins

 

Próximo Jogo (7ª jornada): “Piratas de Creixomil” vs A. C. R. Lordelo – Pavilhão de Creixomil – Domingo, 16 de Dezembro às 17,00 horas.

Publicado por: piratascreixomil | 11 de Dezembro de 2012

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM INFANTIS – 6ª JORNADA

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM INFANTIS – 6ª JORNADA

DESPERDICIO PARTE II

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 0

A. D. COLÉGIO DAS CALDINHAS – 1

 

Domingo ao principio da tarde da equipa de infantis receber em Creixomil os tirsenses do Colégio das Caldinhas, para perante o seu publico tentar redimir-se do desperdício da semana anterior em Vila Nova de sande, mas com o conjunto de Santo Tirso a fechar-se bem na rectaguarda aguentando as investidas dos miúdos da casa que tiveram 3 a 4 oportunidades claríssimas para abrir o marcador, não acontecendo e fazendo com que os miúdos perdessem um pouco a calma, agravando-se a situação com a equipa das Caldinhas chegou à vantagem com que terminou o 1º período.

Para a 2ª metade houve mais do mesmo com os da casa a tentarem inverter a situação, mas nada saia bem na finalização e quando o esférico chegava à baliza o guarda-redes ia arrumando a casa, lançando a sua equipa na contra ofensiva para os seus colegas poderem a qualquer momento sentenciar o jogo.

O 0 a 1 ia mantendo-se e João Antunes nos últimos minutos aposta o tudo por tudo ao jogar no 5 para 4, com Hugo a substituir Luís Daniel e jogar como guarda-redes volante, mas nem assim conseguiam descortinar o rumo das redes, chegando o apito final com a vitória muito festejada pelos miúdos de Santo Tirso.

 

Nos “Piratas” alinharam: Luís Daniel, Zé Miguel, Rafael, Eduardo e Hugo, Alexandre, Diogo, Pedro Carvalho, Zé Pedro, Marques, João Faria e Pedro Pizarro

Treinador: João Antunes

 

Próximo Jogo (7ª jornada): Contacto Futsal Clube vs “Piratas de Creixomil” – Pavilhão Municipal de Refojos (Cabeceiras de Basto) – Sábado, 15 de Dezembro às 18,30 horas.

 

Publicado por: piratascreixomil | 11 de Dezembro de 2012

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM INICIADOS – 5ª JORNADA

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM INICIADOS – 5ª JORNADA

NÃO DEU PARA MAIS

A. D. C. GUALTAR – 2

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 2

 

Domingo de manhã os iniciados viajaram até ao Pavilhão da Escola de Gualtar em Braga, para defrontar uma equipa que também ainda não conheceu o sabor amargo da derrota, com Tózé Martins a fazer alinhar de inicio Nuno Dias, Mendes, Vitinha, Nuno Duarte e Miguel Monteiro, que começam o jogo em fase de estudo mas conseguindo adiantar-se no marcador por intermédio de Vitinha aos 7’, continuando os vimaranenses mais determinado mas não conseguindo materializar em golos o seu ascendente, pelo que sofreria o empate aos 17’.

Na segunda metade continuaram os vimaranenses a desperdiçarem oportunidade atrás de oportunidade, com o esférico a embater por duas vezes nos ferros da baliza do clube bracarense, com Nuno Duarte a ser o mais perdulário ao falhar por 3 vezes quando tinha apenas e só o guarda-redes pela frente, com Lucas a falhar um golo quando estava completamente isolado e com Vitinha a desperdiçar numa situação que os vimaranenses ficaram 2 para apenas o guarda-redes, sendo que quem não marca põe-se a jeito, acontecendo o 2 a 1 no 2º remate que a equipa da casa fez na 2ª metade, mesmo assim em lance procedido de falta não assinalada sobre Mendes.

Com a desvantagem no marcador e com o orgulho ferido os vimaranenses continuaram a dominar por completo, mas o tópico era o desperdício total, acontecendo aos 20’ o golo do empate apontado por Lucas num remate indefensável, motivando a equipa para os minuto finais de total sufoco à baliza bracarense, sendo que no ultimo minuto Miguel Monteiro com tudo para marcar deslumbra-se e perde soberana oportunidade para dar a machadada final, acontecendo ainda o ultimo lance do desafio com Mendes a levar tudo á frente, mas na hora da finalização opta por servir Lucas que se deixa antecipar por adversário que corta para fora, chegando de imediato o apito final com a igualdade a ser um castigo severo para o desperdício do conjunto que viajou de Guimarães.

A dupla de arbitragem não esteve nos seus dias, fazendo um trabalho desagradável que para alguns se torna penoso ajuizar aos domingos, tendo neste jogo uma falta de coerência gritante.

 

Nos “Piratas” alinharam e marcaram: Nuno Dias, Vitinha (1), Mendes, Miguel Monteiro e Nuno Duarte, Miguel Pires, Rui Costa, Carlos, Lucas (1), Ruca, João e Ricardo

Treinador: Tózé Martins

 

Próximo Jogo (6ª jornada): “Piratas de Creixomil” vs A. R. Pousadense – Pavilhão de Creixomil – Domingo, 9 de Dezembro às 17,30 horas.

 

Publicado por: piratascreixomil | 11 de Dezembro de 2012

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM INFANTIS – 5ª JORNADA

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM INFANTIS – 5ª JORNADA

MUITA DETERMINAÇÃO POUCA EFICÁCIA

C. S. D. R. VILA NOVA DE SANDE – 3

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 2

 

Domingo ao principio da tarde os infantis fizeram uma pequena viagem até Vila Nova de Sande para discutir o resultado com a equipa local, mas com os atletas de Creixomil a ter boa atitude pecando muito ma finalização, já que desperdiçaram muitos golos, com os da casa em contra ataques a chegarem à vantagem de dois golos, conseguindo Alexandre ainda reduzir antes do apito para intervalo.

João Antunes preparou os seus miúdos para reagirem e darem a volta aos acontecimentos, mas seriam os da casa a aumentar a vantagem para 3 a 1, acabando Zé Miguel por reduzir para a diferença mínima de 3 a 2 com que terminou o encontro.

Em resumo foi um espectáculo entretido com o Vila Nova a ser mais eficiente perante o conjunto dos Piratas que falharam muito o sentido da baliza adversária.

 

Nos “Piratas” alinharam e marcaram: Luís Daniel, Alexandre (1), Rafael, Eduardo e Hugo, Edu, Diogo, Zé Miguel (1), Pedro Carvalho, Zé Pedro, Marques e Pedro Pizarro

Treinador: João Antunes

 

Próximo Jogo (6ª jornada): “Piratas de Creixomil” vs A. D. Colégio das Caldinhas – Pavilhão de Creixomil – Domingo, 9 de Dezembro às 15,30 horas.

 

Publicado por: piratascreixomil | 5 de Dezembro de 2012

CAMPEONATO NACIONAL DA 1ª DIVISÃO DE FUTSAL – 8ª JORNADA

CAMPEONATO NACIONAL DA 1ª DIVISÃO DE FUTSAL – 8ª JORNADA

QUANDO A TRADIÇÃO PESA MAIS

SPORTING CLUBE DE BRAGA AAUM – 5

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 0

 

Depois da excelente exibição e bom resultado da jornada anterior, este fim-de-semana os seniores deslocaram-se até ao Pavilhão da Universidade do Minho em Gualtar, para defrontar o Sporting de Braga num jogo que se antevia muito difícil dados os investimentos que os bracarenses fizeram, mas mais que esse factor pesava ainda mais a época festiva que Guimarães atravessa, sendo que a noitada do Pinheiro de quinta-feira deixa mossas em qualquer pessoa, não fugindo à regra todos os atletas do clube de Creixomil.

Deu para entender a predisposição dos atletas logo no período de aquecimento, agravando ainda mais as opções do técnico Pedro Lopes que não podia contar com TJ e Machado na sua plenitude porque se encontram debilitados a recuperar de pequenas lesões, enquanto Ferrugem cumpria o seu 2º jogo suspendo federativamente. Enquanto os bracarenses apresentaram-se na sua máxima força e com o regressado Amílcar a entusiasmar-se a fazer a diferença ao facturar 4 dos 5 golos arsenalistas.

Pedro Lopes faz avançar de inicio Magalhães, Bruno, Oitenta, André e Pírica, que começam algo retraídos e logo aos 37’’ os da casa dão o primeiro sinal de aviso, com Magalhães volvido 1 minuto a aplicar-se com defesa para canto, mas no seguimento do mesmo larga o esférico e Faria não vacila para abrir o activo, continuando os da casa com sinal mais, até que aos 5’06’’ Pírica lança longo para a área bracarense onde Bruno de costas para a baliza aplica remate acrobático mas esférico esbarra na barra naquele que foi o primeiro sinal de perigo dos vimaranenses.

Perto dos 6’ Bruno perde no confronto directo mas Magalhães sai ao limite da área para sacudir, entrando aos 8’05’’ Steve para o lugar de André, surgindo a primeira falta aos 8’40’’ a favor dos bracarenses, que aos 9’17’’ derrubam Steve no meio terreno, para há passagem dos 11’ Pedro arriscar as entradas de TJ e Machado para substituir Oitenta e Bruno, com os da casa aos 11’43’’ a ter excelente oportunidade de ampliar mas o remate sai por cima da baliza de Magalhães, seguindo-se aos 12’ o primeiro erro imperdoável da equipa de arbitragem quando atleta do Braga corta esférico de carrinho junto à sua área que passa despercebido, permitindo que os da casa partissem rápido para contra ataque e ainda com a colaboração de TJ ganham espaço para chegar ao 2 a 0 apontado por Amílcar.

Esse lance perturbou a equipa e Magalhães tem mais uma boa intervenção aos 12’56’’, com Steve aos 13’09’’ a sofre falta, até que aos 13’35’’ os vimaranenses fazem excelente jogada com Machado a servir TJ que em corrida não acerta com o alvo, respondendo da mesma forma os arsenalistas, sendo assinalada a 3ª falta dos vimaranenses, usando Pedro Lopes o seu tempo morto aos 14’22’’, mas aos 15’17’’ só o poste da baliza à guarda de Magalhães evitou novo golo arsenalista, com Pírica a ir ao tapete aos 15’26’’ e logo de seguida cede o lugar a Oitenta, com TJ a sofrer carga aos 16’38’’, que aos 17’ com remate do meio da rua obriga guarda-redes da casa a defesa apertada, gastando o seu tempo o técnico Paulo Tavares aos 17’11’’, entrando então Rasteiro para o lugar de TJ, chegando o intervalo com o 2 a 0 a ser demasiado penalizador para os creixomilenses e 4 a 3 nas faltas assinaladas.

Para a 2ª metade Pedro Lopes avança com Magalhães, Bruno, Oitenta, Rasteiro e Pírica, mas logo aos 26’’ num erro grasso de marcação permitiu que Amílcar fizesse o 3 a 0 e arrumasse com o jogo, porque os vimaranenses já evidenciavam muito desgaste e pouca motivação para inverter a situação, mesmo que na resposta a esse golo tivessem criado boa situação quando guarda-redes oferece corto ao esférico e Rasteiro na recarga rematou ligeiramente ao lado quando poderia ter feito bem melhor.

Aos 22’24’’ Braga tem mais um excelente lance mas Magalhães opôs-se melhor com desvio para canto, com Oitenta aos 23’31’’ a cortar esférico com a mão já perto da sua área, motivando alguma reacção do banco bracarense que foi chamado à atenção, seguindo-se aos 24’05’’ excelente oportunidade de Bruno que remata esbarrado contra o corpo do guarda-redes, com Pírica aos 24’35’’ a ser derrubado em falta no meio terreno, com os da casa aos 25’48’’ a verem ser-lhes assinalada a 2ª falta, mas aos 26’12’’ mais uma falha de marcação imperdoável no seguimento de um canto permite que Amílcar se evidencie ao elevar a contagem para 4 a 0, com TJ aos 26’20’’ a ser carregado mas equipa de arbitragem entende ao contrário, seguindo-se aos 26’46’’ carga dura sobre Bruno junto à lateral, entrando Machado para o seu lugar.

Aos 26’56’’ os vimaranenses tem excelente oportunidade mas remate de TJ na cara do guarda-redes esbarra no travessão para aos 27’ ser assinalada a 4ª falta aos bracarenses que com rigor já ficariam tapados com a 5ª, com camisa 4 a ver o cartão amarelo, seguindo-se aos 7’50’’ algo estranho quando Oitenta fica deitado a queixar-se do rosto e arbitro sanciona-lhe falta e adverte-o com amarelo, com equipa da casa aos 28’45’’ a gastar o seu tempo técnico.

Aos 29’30’’ Pírica faz falta à entrada do seu meio terreno, para aos 30’20’’ em bom pormenor obrigar guarda-redes a defesa incompleta mas ninguém acompanha para a recarga, seguindo-se aos 30’46’’ uma assistência de TJ para Pírica que se deixa antecipar com desvio para canto, para aos 30’55’’ outra vez TJ a desviar e obrigar guarda-redes a golpe de rins que o deixa maltratado e tem que ser assistido na quadra.

Aos 31’22’’ vimaranenses tem mais um excelente contra ataque mas Oitenta bem posicionado a permitir defesa, com Pírica logo de seguida a tentar a meia distância mas guarda-redes corresponde com boa defesa, chegando aos 32’ mais um erro grasso de Luís Graça quando Steve sofre carga e arbitro marca ao contrário naquela que foi considerada a 5ª falta dos vimaranenses, seguindo-se quase de imediato carga s obre TJ que leva bracarenses a ficarem também tapados com a 5ª falta que com rigor deveria ser já a sétima.

Perto dos 33’ os creixomilenses perdem no ataque e bracarenses respondem, mas Magalhães opõe-se com defesa para canto, qua passados 30’’ tem que se aplicar para defender remate de meia distância, para aos 35’22’’ mais um erro grave da equipa de arbitragem quando Steve é desviado ostensivamente do alcance do esférico e Hugo Marques considera que o atleta vimaranense é que fez a falta, oferecendo então livre directo de 10 metros que Magalhães muito superiormente defende para canto, mas aos 35’35’’ Amílcar de meia distância coloca na gaveta para 5 a 0, apostando Pedro Lopes nos últimos 4 minutos para jogar com o guarda-redes volante entrando Oitenta para o lugar de Magalhães.

Aos 36’05’’ os creixomilenses tem excelente oportunidade mas guarda-redes bracarense opõe-se com valentia por duas vezes, com Pírica aos 39’32’’ a rematar à entrada da área para mais uma defesa aparatosa para canto, seguindo-se mais uma falta descortinada por Hugo Marques no ataque dos vimaranenses aos 39’39’’, permitindo que Magalhães voltasse a brilhar com mais uma excelente defesa na marcação do livre dos 10 metros, chegando de seguida o apito final com o 5 a 0 a ser demasiado severo para os vimaranenses, ficando o registo das faltas em 5 a 7 quando deveria ter sido ao contrário.

Em suma uma derrota que acaba por justificar-se porque os creixomilenses não estiveram ao seu nível, mas por números enganadores porque o Braga para vencer não precisava da ajuda externa e Hugo Marques e Luís Graça não agradaram às duas equipas, mas quem tem mais razão de queixa são os homens que viajaram da Cidade Berço.

 

 

No Sporting de Braga alinharam e marcaram: Skat, André Machado, Nené, Jefferson, Faria (1) e Luís, Tiago Neves, Ricardinho, Peixoto, Amílcar (4) e Coroas

Treinador: Paulo Tavares

 

Nos “Piratas” alinharam: Magalhães, Bruno, Pírica, André e Oitenta, Naita, Rasteiro, Hugo, Machado (Cap), Fábio, Steve e TJ.

Treinador: Pedro Lopes

 

Equipa de Arbitragem: Hugo Marques e Luís Graça (A.F.Braga)

 

Marcadores: 1×0 Faria (1’38’’); 2×0 Amílcar (12’); 3×0 Amílcar (20’26’’); 4×0 Amílcar (26’12’’); 5×0 Amílcar (35’35’’)

 

Cartões amarelos: André Machado (27’) e Oitenta (27’50’’)

 

Próximo Jogo (9ª jornada): “Piratas de Creixomil” vs AD Modicus Sandim – Pavilhão de Creixomil – Sábado, 8 de Dezembro às 16,00 horas.

Publicado por: piratascreixomil | 5 de Dezembro de 2012

JUNIORES – 11ª JORNADA

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM JUNIORES – 11ª JORNADA

ABATER ADVERSÁRIO DIRECTO

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 7

A.D.C. SÃO MATEUS – 3

 

Domingo á tarde, depois de Nun’Alvares e Apulienses terem sido vergados em sua própria casa com goleadas, os juniores recebiam um adversário directo na discussão dos primeiros lugares como tem sido tradição nos últimos anos, sendo certo que se os famalicenses saíssem derrotados estariam já arredados de poder discutir o título que tem vindo a perseguir.

Manuel Moreira ciente que a noitada do Pinheiro tinha deixado mossas em alguns atletas não facilitou e fez alinhar de inicio Alexandre, Daniel, Vitinha, Jaime e TJ, que encontraram pela frente um grupo forte e disposto a discutir o resultado, pelo que se assistiu a 10 minutos de muito equilíbrio, sendo que ambas as balizas estiveram muito sossegadas, até que aos 11’57’’ TJ na ponta esquerda aproveita saída desastrada do guarda-redes para ganhar espaço e rematar cruzado para o 1 a 0, entrando Chiclas para o lugar de Jaime aos 17’31’’ na tentativa de dar mais agressividade na frente, mas só aos 23’21’’ é que voltaria a funcionar o marcador, novamente por intermédio de TJ que em lance individual pelo corredor esquerdo leva a melhor sobre 2 adversários e já na área remata colocado sem hipótese para o 2 a 0.

Aos 24’09’’ TJ dá o lugar a Vilaça e aos 26’03’’ é a vez de Chiclas fazer o gosto ao pé, quando num contra ataque rápido Vitinha esbarra com forte remate na barra mas Chiclas na recarga não perdoa o 3 a 0, registando-se ainda antes do intervalo um castigo máximo que arbitro oferece ao São Mateus para reduzir mas remate sai ao poste e termina a 1ª metade com o 3 a 0 e 5 a 1 em faltas.

Para a etapa complementar Manuel Moreira faz entrar Alexandre, Daniel, Vitinha, Vilaça e Chiclas, que com a vantagem de 3 golos entram em jogo determinados em o controlar e cedo arrumar a questão, com Vitinha aos 33’ a sofrer carga nas costas pelo camisa 10 que fica lesionado e tem que ser substituído, com Vilaça logo a seguir a sofre também carga no meio terreno, para aos 37’16’’ num lance algo confuso no meio terreno Daniel ganhar em esforço, servindo Vilaça que assiste Vitinha que à entrada da área não perdoa e aumenta a vantagem para 4 a 0, com atleta do São Mateus a ver cartão amarelo, entrando TJ para o lugar de Vilaça aos 38’49’’.

Por volta dos 40’ jogada hilariante na linha de fundo da área dos Piratas, com atleta famalicense a escorregar e arbitro a sancionar mais um penalty contra os creixomilenses, com camisa a 3 a transformar o castigo máximo para defesa de Alexandre mas na recarga não perdoa e reduz para 4 a 1 muito festejado aos 40’58’’, mas aos 44’04’’ Vitinha ganha no meio terreno e aproveita adiantamento da equipa adversária para ganhar espaço pelo corredor esquerdo e fuzilar sem dó para o 5 a 1, seguindo-se aos 45’ falta de Daniel para aos 49’ camisa 10 perder para Vitinha e como quem não gostou derruba-o em falta.

Aos 51’10’’ os famalicenses fazem contra ataque rápido e Jaime deixa-se surpreender com adversário ao 2º poste a encostar para 5 a 2, com alguns excessos festivos e TJ um pouco “magoado” faz falta no meio terreno e leva amarelo, mas aos 52’45’’ Alex lança longo na área contrária onde Vitinha de desvia de cabeça e deixa guarda-redes desesperado aos papeis para o 6 a 2, para aos 55’55’’ Jaime redimir-se do lance do 2º golo famalicense, deixando camisa 3 a fazer contas de cabeça e com remate cruzado faz abanar as redes para o 7 a 2 sem hipóteses de reacção do guardião do São Mateus.

Aos 59’ depois de um aviso do camisa 3 com remate de meia distância que Alexandre rechaçou, foi a vez do camisa 9 ganhar espaço e rematar junto ao poste em que Alexandre ficou desfocado para o 7 a 3, chegando logo de seguida o apito final com mais uma vitória indiscutível da melhor equipa na quadra.

Em resumo fica mais uma vitória moralizadora que mantêm a equipa na liderança, sendo que se aproximam jogos difíceis com deslocações a Vermoim, Vizela e a recepção ao Braga, mas candeia que vai à frente ilumina 2 vezes. Neste jogo em que as equipas ficaram empatadas em remates, 20 para cada lado, sendo os creixomilenses considerados os mais faltosos com 9 a 5 nas faltas assinaladas pela dupla Daniel Costa e Jorge Araújo que foi simplesmente a pior equipa em jogo sem qualquer necessidade aparente.

 

Nos “Piratas” alinharam e marcaram: Alexandre, Daniel, Jaime (1), TJ (2) e Vitinha (3), Cunha, Zé Carlos, Vilaça, Chiclas (1), Nunes, Ricardo, Pedro e Martins.

Treinador: Manuel Moreira

 

Próximo Jogo (12ª jornada): “Piratas de Creixomil” vs ACR Lordelo – Pavilhão de Creixomil – Sábado 8 de Dezembro às 18,15 horas.

 

 

Publicado por: piratascreixomil | 5 de Dezembro de 2012

JUVENIS – 11ª JORNADA

CAMPEONATO DISTRITAL A. F. BRAGA DE FUTSAL EM JUVENIS – 11ª JORNADA

MANTER TUDO EM SENTIDO

F. C. “OS PIRATAS DE CREIXOMIL” – 6

CONTACTO FUTSAL CLUBE – 1

 

Domingo ao fim da tarde os juvenis mediam forças com o 2º classificado, os cabeceirenses do Contacto que chegaram a Creixomil muito esperançados em derrubar o líder e tomar-lhe o lugar, mas no lado oposto estava um grupo que mantêm a disposição de levar a sua invencibilidade o mais longe possível, aguentando alguma azia adversária e um mau tralho da equipa de arbitragem, para golear por 6 a 1.

Rui Reis ciente da complicada batalha que tinha pela frente fez alinhar de inicio Nuna, Rui, Paulinho, Secas e Ruizinho, começando o protagonismo pela dupla Jorge Araújo e Daniel Costa, que a pretexto de sabe-se lá o quê sancionava faltas contra os da casa e ao contrário faziam-se míopes, como aconteceu numa entrada sobre Ruizinho, que não se deixou intimidar e colocou à prova os reflexos do guarda-redes cabeceirense que defendeu para canto, mas no seguimento do mesmo Secas abre o activo aos 4’30’’, seguindo-se a melhor oportunidade do Contacto aos 8’ quando criam vantagem na frente de 3 para 1 mas Nuna sai determinado a anular as pretensões adversárias.

Aos 12’ os cabeceirenses atingem a 5ª falta, até que aos 16’ Paulinho na ponta direita aplica bilhete só de ida para a gaveta, com guarda-redes cabeceirense a já só ver esférico no angulo para o 2 a 0, com Rui aos 21’ a falhar na siada para contra ataque e camisa 10 do Contacto reduz para 2 a 1, para aos 24’ arbitro descortinar falta de Ruizinho e sancionar também a 5ª dos creixomilenses, chegando o intervalo com o 2 a 1 e 5 a 5 em faltas.

Para a 2ª metade entram Nuna, Hugo, Secas, Rui e Ruizinho, com o jogo a seguir uma toada de equilíbrio a algumas faltas, mas aos 31’50’’ Ruizinho com valentia recupera na esquerda e ganha espaço para servir Secas que mesmo em queda desvia para o fundo das redes para o 3 a 1 que deixou os cabeceirenses à beira de um ataque de nervos, ficando muito pior perto dos 33’ Rui recupera na direita leva a melhor na dividida com adversário e já na cara do guarda-redes pica-lhe esférico por cima, fazendo com muita classe o 4 a 1 perante o desconsolo do guarda-redes de Cabeceiras de Basto.

Com o jogo sentenciado assistiu-se a um período algo feioso, com muitas faltas, até que aos 38’’ Hugo remate forte para defesa incompleta do guarda-redes, aparecendo Rui a encostar e não dar hipóteses para o 5 a 1, para perto dos 39’ guarda-redes cabeceirense levar a melhor sobre Rui e aventurar-se a sair para a frente, perdendo na disputa com Ruizinho e nada satisfeito persegue-o e derruba-o em falta recebendo de imediato ordem de expulsão, mas os vimaranenses não aproveitaram a superioridade numérica de 2 minutos, com Rui Reis a aproveitar para dar oportunidade a todos os atletas menos utilizados.

Aos 49’ Nuna tem boa intervenção e lança de imediato o contra ataque, com Ruizinho a trabalhar bem e servir Marco na direita que espaço e remata junto ao poste para fechar as contas na meia dúzia, chegando o apito final com a vitória incontestável da melhor equipa por números que não enganam de 6 a 1, registando-se 9 a 9 nas faltas assinaladas, enquanto em remates ficaram-se pelos 12 a 9, numa amostra significativa da eficácia da equipa da casa.

A dupla de arbitragem (mesma do jogo anterior de juniores) Jorge Araújo e Daniel Costa, continuou a prestar um mau serviço à arbitragem e com muito para aprender.

 

 

Nos “Piratas” alinharam e marcaram: Nuna, Rui (2), Paulinho (1), Secas (2) e Ruizinho, Tiago, Marco (1), Hugo, Paulo, Gabi, Tiaguinho e Pedro

Treinador: Rui Reis

 

Próximo Jogo (1ª jornada em atraso): CSRC Campelos vs “Piratas de Creixomil” – Pavilhão de Vila Nova de Sande – Domingo, 9 de Dezembro às 20,30 horas.

Older Posts »

Categorias

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.